E assim nasce ‘Papalito’!

Por Anna Luiza Guimarães*

**Texto especialmente escrito para a seção Forrest LAB

Na infância, minha imaginação era bem fértil. Para o bem e para o mal. Digo isso, pois essa mente que tudo transformava em uma história própria, quase um mundo paralelo, muitas vezes me causou traumas. Um exemplo bem forte foi o dia que parei de comer pipoca na frente da escola depois de ouvir no noticiário que pipoqueiros estavam vendendo drogas. “Hã? Mas o que tem a pipoca a ver com as drogas? ”. Simples. Na minha cabeça o pipoqueiro vendia pipocas recheadas de cocaína para a criançada! Rs!

E assim foi durante muito tempo. Tinham dias que minha imaginação me levava para o céu e, em outros, eu perdia os maiores prazeres da minha vida por culpa dela. Fiquei muito tempo sem a tal pipoca…

Mas o tempo foi passando e adultos tem uma mania muito chata de querer destruir nossa imaginação. Se a criança diz que o pirulito é um planeta, eles insistem que é só um pirulito. E se a lua é pequena e dá até para pegar na mão, eles insistem que ela é enorme e que é impossível chegar lá. De pouco em pouco, sua imaginação dá lugar ao mundo real. Tão sem graça tadinho…

E foi desse jeito que a minha criança criadora de histórias se tornou uma jornalista contadora de histórias. Como repórter, aprendi muito sobre as pessoas reais. E acho que nada nos faz amadurecer mais nessa vida do que conhecer gente, ouvir suas histórias, contá-las. Mas com o tempo, a profissão me deu certo vazio. É que ali não tinha lugar para o que, na verdade, eu gostava mais de fazer: imaginar. Afinal, imaginar/criar/inventar é crime grave no jornalismo.

Mas mesmo assim, por muitos anos, esse ofício me trouxe coisas boas. Até que nasceu Bento, meu primeiro filho. E tanto eu repeti por aí que a maternidade me transformou, tirou todas as minhas certezas do lugar. Hoje, percebo que é exatamente o contrário. Meus filhos me levaram ao meu reencontro. Minhas certezas, agora sim, estão no lugar certo.

A maternidade me causou todo esse impacto porque eu não estava onde devia. Filhos nos colocam em contato com nossa própria infância e, muitas vezes, ao que temos de mais forte dentro de nós. Nesse caso, me trouxe de volta o poder de imaginar, de me deixar tocar pela imaginação do outro, a possibilidade de transformar o meu mundo paralelo em mundo real.

E cá estou eu, vivendo um momento único. Depois de fazer tantas escolhas difíceis para estar mais próxima de Bento e, agora, de Julieta, comecei uma especialização em livro para a infância e me preparo para o lançamento do meu primeiro livro infantil. Papalito, o boneco palito gago. Um trabalho que me enche de orgulho.

capa

Ilustrações da talentosíssima designer Tássia Assis, texto meu, projeto editorial meu, investimento meu e todo o apoio daquele que está sempre ao meu lado: meu amor, Bruno Benjamim.

Espero todos vocês lá para comemorar o lançamento do livro, o meu reencontro comigo mesma, o começo de uma nova etapa da vida!

convite-2

*Anna Luiza Guimarães é jornalista, foi repórter de grandes veículos como O Dia e Jornal do Brasil e vem se especializando na área de educação infantil com foco em Literatura, onde faz coberturas especializadas em educação e cursa agora uma especialização em Literatura Infantil. Estreia agora seu primeiro livro.  

**Esse texto faz parte da seção Forrest Lab, da empresa Forrest-Conteúdo&Influência. A seção publica textos de autores diversos que têm em comum apenas uma característica: ter uma boa história para contar. O conteúdo dos textos publicados nesta seção expressa exclusivamente a opinião de seus autores e não têm qualquer relação com a empresa.

***Se você tem um texto interessante e gostaria de vê-lo publicado por aqui é só entrar em contato com a gente que vamos avaliá-lo e responder imediatamente:)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s